Eu cresci com medo de me afogar no meu próprio quarto

Os membros da Avaaz acabam de financiar a maior pesquisa já feita sobre a ansiedade climática em crianças e jovens, que entrevistou 10 mil pessoas em 10 países de todo o mundo. Em todos os países, o resultado mostra que a ansiedade sobre a crise planetária é muito elevada. E não é apenas porque estamos a assistir a desastres climáticos devastadores, mas também porque os governos não tomam medidas significativas e consistentes para barrar a crise.

Aqui estão alguns achados do estudo:

 45% Quase metade dos jovens entrevistados mundialmente (45%) dizem que a ansiedade climática afeta suas vidas diárias: como jogam, comem, estudam e dormem.
 75% Mais de sete em cada dez (75%) acreditam que “o futuro é assustador” — subindo para 81% dos jovens em Portugal e 92% nas Filipinas.
 58% disseram que os governos os estavam “a trair e/ou às gerações futuras”, enquanto 64% disseram que os seus governos não estão a fazer o suficiente para evitar uma catástrofe climática.
 39% Quase quatro em cada dez jovens (39%) disseram estar, agora, hesitantes em ter filhos.

Estes resultados são assustadores, mas os psicólogos dizem que não afeta apenas as crianças. A ansiedade climática é sentida por pessoas de todas as idades, em todo o lado.