“Expressão de Forças Absolutas: Mozart e Vanderhaegen” – Terra Nova Collective (Bélgica)

18 Setembro 2021
21 : 30
Odemira - Cineteatro Camacho Costa

Próximos Eventos

30 Setembro 2021

Odemira - Cineteatro Camacho Costa

30 Setembro 2021

Online - Redes sociais do Município de Odemira

1 Abril 2022

CCB - Centro Cultural de Belém - Lisboa & Casa da Música - Porto

Festival Terras Sem Sombra

Sediado em Antuérpia, uma cidade repleta de história, este agrupamento tem como objectivo
primordial contribuir para desenvolver o conhecimento do repertório clássico a partir de uma
investigação musicológica pioneira em diversas frentes.
É constituído por músicos oriundos de orquestras e ensembles de renome mundial, entre eles
Anima Eterna, Les Muffatti, B’Rock Orchestra, Les Agrémens, Freiburger Barockorchester, Concerto
de Colónia e Le Concert d’Astrée.
Tem como principais parceiros de investigação o Musée des Instruments de Musique (Musées
Royaux d’Art et d’Histoire), de Bruxelas, o Vleeshuis Museum e o Studiecentrum voor Vlaamse
Muziek (Centro de Estudos da Música Flamenga), de Antuérpia. Convida regularmente
investigadores de referência para os seus projectos, v.g., Piet Stryckers (Koninklijk Conservatorium
Antwerpen), Godelieve Spiessens (musicólogo) e Albert R. Rice (musicólogo e clarinetista).
Em 2016, realizou a estreia mundial da Missa Maria Assumptæ, de Joannes Adamus Faber, obra
barroca que contém o primeiro solo de clarinete da História da Música. A gravação foi recebida
com entusiasmo pela crítica internacional da especialidade.
Na temporada de 2017-2018, a interpretação, por Terra Nova Collective, do Concerto para
Clarinete, K. 622, de Wolfgang Amadeus Mozart trouxe nova luz à famosa obra. Pesou nisto,
sobremaneira, o recurso a um clarinete histórico, datado da época em que aquele génio musical
compôs a sua extraordinária peça.
Deveras significativa se revelou também, na trajectória do agrupamento, a apresentação, com a
colaboração da Universiteit Antwerpen, de um ciclo de 14 concertos, dedicados a compositores

menos conhecidos, mas de elevado interesse artístico e histórico, sob o sugestivo título de
Trouvailles.
A tournée de 2018-2019 foi marcada por actuações em diversas salas de Nova Iorque e no Festival
Musica Antiqua de Takamatsu, no Japão.
Em 2019, veio à luz do dia um CD duplo consagrado ao clarinetto d’mare, um instrumento
esquecido da era mozartiana.
Outro dos feitos musicológicos levados a cabo por Terra Nova Collective ocorreu em 2020 e fez
renascer o interesse, junto de um público alargado, pela vida e pela obra do notável compositor
Joseph Ryelandt.