Fórum do Território valida Carta de Princípios e define temas estratégicos

A 3ª Sessão do Fórum do Território decorreu no dia 21 de maio, no Jardim Ribeirinho e Oficinas Municipais, em Odemira, onde se validou a Carta de Princípios,  foram definidos os temas estratégicos e  constituídos grupos de trabalho para potenciar a participação e disseminação dos objectivos para a co-construção de um território com mais qualidade de vida.

A sessão teve vários momentos distintos, desde a discussão e validação da Carta de Princípios do Fórum do Território, definição dos temas estratégicos para o Fórum do Território, espaços de diálogos entre grupos de trabalho por temática, terminando na apresentação dos processos e propostas dos grupos, reflexão sobre os próximos passos e definição do grupo coordenador. Os temas definidos como estratégicos para a intervenção do Fórum incidem na Água, Sustentabilidade, Saúde, Educação e Bem-estar familiar (tempo e espaço para as famílias).

O Fórum do Território é uma iniciativa que a Câmara Municipal de Odemira põe à disposição de todos os cidadãos, sem exceção, para a co-construção de uma Agenda Territorial 2030 e de um compromisso de ação partilhada, como exercício de democracia direta, rumo a um processo transformativo da gestão do Território Odemirense.

O Fórum do Território pretende promover uma nova cultura de participação e de bem-estar com impacto em todos os lugares de Odemira, convertendo as capacidades, os conhecimentos e as vontades de participar numa aprendizagem social para alcançar objetivos comuns. Enquanto processo participativo, tem por missão promover a informação, a análise e o debate de questões, mudanças, recursos e políticas relevantes para a população e atores do território.

Constituindo-se como um espaço de diálogo de diversas percepções, preocupações, necessidades, valores e interesses, o Fórum fomenta a concretização prática de iniciativas que reforcem a colaboração e empoderamento de comunidades mais solidárias, resilientes e capacitadas para participar na tomada de decisão. Atua de acordo com os princípios da democracia participativa, onde os cidadãos tomam parte das decisões sobre o território, assumindo e partilhando responsabilidades na sua gestão, de acordo com objetivos comuns.

O Fórum do Território funciona a partir de uma estrutura de coordenação dinâmica, diversa, flexível que assegura a articulação e interação de grupos de trabalho definidos em função dos objetivos e prioridades estabelecidas pelo próprio Fórum, enquanto assembleia alargada de cidadãos. A coordenação assume a organização e a agenda das reuniões gerais do Fórum, bem como a mediação dessas sessões e a disponibilização de ferramentas de trabalho adequadas.

No final do 3º encontro do Fórum do Território, os participantes foram presenteados com um momento cultural pela Associação Jazz e Não Só.