JOVENS DE ODEMIRA CONQUISTAM PRÉMIOS NA MOSTRA NACIONAL DE CIÊNCIA

Dois projetos da Escola Secundária Dr. Manuel Candeias Gonçalves, de Odemira, foram premiados na 14ª Mostra Nacional de Ciência, promovida pela Fundação da Juventude, nos dias 26 e 27 de novembro. Este ano o evento decorreu no formato online, em função da atual situação de pandemia.

O projeto “Influência de um herbicida na fauna edáfica: ensaios de evitamento com Eisenia foetida”, dos alunos Raquel Pacheco Martins, Timo Cláudio Dieter Kolb e Tomás Fernandes Matos, recebeu dois prémios: o Prémio Porto Editora, no valor de 300 euros, e a participação na International Wildlife Research Week (Swiss Youth in Science), uma semana de investigação da vida selvagem nos Alpes (https://sjf.ch/studienwoche-iwrw/).

Este projeto teve como objetivo testar o efeito de um herbicida na sobrevivência e no comportamento de evitamento das minhocas da espécie Eisenia foetida. Foram usados testes normalizados de toxicidade aguda (contacto em papel de filtro) e testes de evitamento em solo. O trabalho teve como tutora a Professora Carla Pinheiro (da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa e Programa VemVer).

O projeto “Escaravelhos bosteiros – um auxiliar precioso”, realizado por Paulo Alfeirão e André Silva, recebeu uma menção honrosa. Os alunos estudaram os escaravelhos bosteiros, que se alimentam de excrementos, enterrando-os. Estes insetos têm um importante papel nos ecossistemas e melhoram as pastagens de gado. Este projeto teve a tutoria do Professor Fernando Almeida, do ICNF – Instituo de Conservação da Natureza e das Florestas.

Mesmo em tempo de pandemia, o trabalho em ciência continua a todo o vapor na Escola Secundária de Odemira, orientado pela professora Paula Canha.

No grande evento nacional dedicado à ciência, participaram 54 projetos em diversas áreas de estudo: Bioeconomia, Biologia, Ciências do Ambiente, Ciências Sociais, Economia, Engenharias, Física, Informática e Ciências da Computação, Matemática e Química. São projetos realizados por mais de 100 jovens cientistas, através da orientação de 31 professores, e que são o resultado da seleção realizada pelo júri do 28º Concurso Nacional para Jovens Cientistas.