Orçamento Participativo de Odemira 2021 – População apresenta 51 propostas

Fechada no final de junho a fase de apresentação de propostas para a 11ª edição do Orçamento Participativo (OP), as 51 propostas apresentadas,  22 são para o processo promovido pelo Município e outras 29 para os processos promovidos pelas Freguesias, serão agora submetidas a análise técnica, que levará as propostas validadas à fase de votação, a decorrer durante nos meses de outubro e novembro, através de sms e na página online www.op.cm-odemira.pt.

O valor global, para o OP mais antigo e ininterrupto processo participativo do país, é de 300 mil euros euros para as propostas de natureza material e imaterial, , até ao limite de 75 mil euros. No OP Municipal 150 mil euros são destinados a projetos nas freguesias do interior com população inferior a 1500 habitantes e 150 mil euros para projetos nas freguesias do litoral e/ou com população superior a 1500 habitantes. Podem ainda ser apresentados projetos transversais. Os OP das Freguesias têm o valor de 10 mil euros cada.

As propostas apresentadas incidem em requalificação de espaços públicos, criação de espaços e serviços para a infância, recolha e divulgação de tradições e sobre questões relacionadas com o ambiente, desde a gestão da água até à redução de resíduos. São os cidadãos a decidir quais as propostas a concretizar pelo Município. Podem votar no OP todos os cidadãos a partir dos 14 anos de idade, residentes, trabalhadores ou estudantes no concelho.